Amazônia


Originalmente fundada em 1669 pelos portugueses com o forte de São José do Rio Negro, foi elevada à vila em 1832 com o nome de Manaos, em homenagem à nação indígena dos manaós. Ficou conhecida na época áurea da borracha, batizada como "Coração da Amazônia" e "Cidade da Floresta".

Manaus é o principal centro financeiro, corporativo e econômico da Região Norte do Brasil. É uma cidade histórica e portuária, localizada no centro da maior floresta tropical do mundo. Situa-se na confluência dos rios Negro e Solimões.

Eleita uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, a Floresta Amazônica foi por muito tempo um destino para gringo. Com exceção de alguns poucos aventureiros, os turistas brasileiros nem cogitavam a ideia de passar alguns dias em meio à mata.

Tanto os hotéis de selva, quanto os cruzeiros de barco, são boas opções para quem quer conhecer a Amazônia com conforto e sem grandes emoções, eles têm uma programação de atividades diária.

Os cruzeiros pelos afluentes do rio Amazonas permitem aos turistas conhecer diferentes paisagens da Amazônia.

Quatro ou cinco dias em um hotel de selva ou em um cruzeiro é tempo suficiente para aproveitar o local sem que os passeios se tornem repetitivos.

RIO NEGRO

Começando por Manaus, a entrada na floresta tropical pelo Rio Negro é sé o começo de uma viagem inesquecível e com paisagens exuberantes. Através das embarcações regionais ou até luxuosos iates, os viajantes podem vivenciar muita sofisticação nos serviços de hospedagem e gastronomia.

As verdadeiras atrações são o encontro com botos, as focagens de jacarés, a pesca de piranhas e os pratos feitos com ingredientes típicos da região.

Algumas paradas são obrigatórias, como o encontro das águas - o famoso lugar onde os rios Negro e Solimões recusam-se a misturar-se e formam um belo espetáculo milimetricamente dividido entre águas escuras e barrentas.

No Rio Negro, próximo ao parque nacional do Jaú, encontramos o parque nacional de Anavilhanas, unidade de conservação de proteção integral da natureza que abrange um arquipélago com 400 ilhas.

RIO TAPAJÓS

O caribe da Amazônia, a Bacia do rio Tapajós abrange 6% das águas da Bacia Amazônica. A região do Rio Tapajós, no Pará, parece um oásis de areias branca e águas azuis em meio à exuberância da Floresta Amazônica.

Desenvolvemos cruzeiros fluviais particulares, em barcos fretados, desenhados de acordo com o perfil dos viajantes.

Alter do Chão, nos últimos quilômetros antes da foz no Rio Amazonas está repleto de praias belas e desertas. Algumas comunidades ribeirinhas se organizaram para receber turistas e hoje servem de base também para explorar as trilhas da floresta. Alter é uma bela porta de entrada alternativa para a Amazônia. A partir da vila, você chega à Floresta Nacional do Tapajós, um dos pedaços mais preservados da Floresta Amazônica.

A duração ideal de acordo com nossos roteiros é de 4 a 7 dias.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Copyright © 2002-2020 Escape Travel Advisors